O olhar e o ver

Monumento às bandeira, obra de Victor Brecheret, São Paulo “Mais verossímil é conjecturar que o eventual artista é um homem que bruscamente vê. Para não ver não é imprescindível estar cego ou fechar os olhos.”  Esta frase do escritor argentino Jorge Luis Borges tem sido uma referência para meu trabalho há anos e vai servir… Continuar lendo O olhar e o ver